Prefeitura de Americana - Página Inicial

Início   Nossas Notícias

Americana inicia campanha Janeiro Branco

Segunda-Feira, 13 de Janeiro de 2020 - 17h45




Foto

A Campanha "Janeiro Branco", de prevenção em saúde mental, teve início nesta segunda-feira (13) com abertura oficial no auditório do Hospital Municipal "Dr. Waldemar Tebaldi" (HM). O evento contou com presença do superintendente da Fusame (Fundação de Saúde de Americana), José Carlos Marzochi, do secretário de Ação Social e Desenvolvimento Humano, Ailton Gonçalves Dias Filho e de outras 50 pessoas, aproximadamente, entre funcionários da unidade hospitalar, convidados e voluntários.

Após a abertura, o jornalista e escritor americanense, Juliano Schiavo, proferiu uma palestra motivacional em que utilizou como tema "Aprendendo com a Depressão", que também é o título do livro que ele lançou em 2018. Além da palestra, o público presente também pode apreciar algumas pinturas do artista plástico, Adilson A. Soares e de uma seletiva de aldravias (gênero de poesia minimalista), do jornalista e poeta, Amauri de Souza. Ambos os artistas trabalham na Secretaria Municipal de Saúde e seus trabalhos permanecerão expostos no HM até o final desta semana.

Para a coordenadora da campanha no município, a psicóloga do HM, Eliane Cristina Santichi, a programação deste ano está muito positiva e mais abrangente que a campanha do ano anterior. "Eu avalio de maneira totalmente positiva, tanto pela amplitude de a gente conseguir uma estrutura melhor e maior do que o ano passado, em termos de organização, até porque este foi o segundo ano. No primeiro ano a gente começou, assim, como um projeto piloto, mas tivemos excelentes resultados. Esse ano a gente conseguiu se organizar de uma maneira melhor, oferecer uma programação maior ainda para as próximas semanas", explicou.

Ela destaca que um dos objetivos da campanha é proporcionar a possibilidade de contemplação do belo, algo que as pessoas normalmente acabam se distanciando por conta do excesso de compromissos e também devido ao ritmo acelerado que a sociedade em geral cobra de todos nós. "A gente teve aqui coisas muito belas, o nosso palestrante falando sobre o que a gente pode aprender com a depressão, a gente teve exposição de quadros, exposição de poesias, trazendo essa chamada de olhar para a contemplação do belo, inspirando pessoas", exemplificou a psicóloga.

O palestrante abordou a depressão, considerando seus aspectos biológicos, psicológicos e sociais; suas principais causas; sinais de alerta; sintomas mais comuns, entre outros aspectos relacionados à doença, como o comportamento das pessoas em negá-la, por exemplo, deixando de reconhecer o problema e fazendo com que o quadro se agrave com o passar do tempo.

O escritor não somente apresentou alternativas que existem para se encarar a depressão, como também falou sobre sua própria experiência, relatando que em 2015 fora acometido por uma severa crise depressiva e que, depois de muito lutar contra a doença, agora considera essa batalha vencida, mas que ainda assim se mantém sempre vigilante. Ele fez uma analogia da depressão com o lema "só por hoje" do AA (Alcoólicos Anônimos), demonstrando que mesmo curada, a pessoa estará sujeita a recaídas, o que exige cuidados constantes com a saúde mental.

Depois de se ver livre da doença, em 2015, o escritor passou a se dedicar em pesquisas sobre o assunto, o que resultou na edição do seu livro "Aprendendo com a Depressão", onde ele apresenta diversos depoimentos de pessoas, de diferentes áreas do cotidiano, que passaram pela mesma situação. Além dos depoimentos, Juliano também expõe seus comentários, com base nas visitas que fez ao seu "eu interior", onde conseguiu encontrar elementos que o ajudaram a vencer a batalha com a inimiga que pretendia, diuturnamente, lhe roubar a vida.

Para o escritor, a iniciativa da campanha é uma excelente oportunidade para que todos possam falar abertamente sobre a saúde mental e, assim, buscarem melhor qualidade de vida, já que qualquer doença, seja ela física ou emocional, acaba prejudicando a qualidade de vida. "Eu acredito que iniciativas como estas são muito importantes, porque você precisa falar sobre esta questão que é a saúde mental, que afeta a qualidade de vida das pessoas; e quanto mais você fala, mais as pessoas começam a entender que quando se cuida desse aspecto da vida, você está trabalhando a qualidade de vida", explicou.

Programação no HM:

Até o final do mês, diversas atividades sobre a campanha estarão ocorrendo no Hospital Municipal. Além disso, as equipes das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) também irão desenvolver ações sobre o tema durante suas rotinas de trabalho.

Dias 14 e 15 - Palestras instantâneas no pronto-socorro e salas de espera, ministradas pela psicóloga, Eliane Cristina Santichi, com apoio de profissional voluntário.

Dia 16 - Auditório, às 8h30 - Roda de conversa com o tema "Como atingir suas metas em 2020", com equipe de colaboradores da campanha e uma voluntária, no auditório.

Dia 20 - Palestras instantâneas no pronto-socorro e salas de espera.

Dia 21 - Auditório, às 9h - Roda de conversa com o tema "Autoestima e autocuidado".

Dia 22 - No pronto-socorro, às 9h - Doação de abraços, com equipe de colaboradores da campanha.

Dia 22 - No auditório, às 14h - Roda de Conversa com o tema "Comunicação não violenta", com equipe de colaboradores da campanha.

Dia 29 - No auditório, às 9h30 - Roda de Conversa com o tema "Comunicação não violenta", com equipe de colaboradores da campanha.

Dia 30 - Na sala de espera infantil (destinada aos pais), às 8h30 - Roda de conversa com o tema "Quando o brincar não é uma brincadeira", com equipe de colaboradores da campanha.

Com exceção das palestras instantâneas no pronto-socorro e da roda de conversa na sala de espera da pediatria, todas as outras rodas de conversa serão destinadas apenas aos funcionários do hospital, uma vez que as ações destinadas à população estão sendo organizadas pelas equipes que atuam nas unidades básicas de saúde.

Idealizada pelo psicólogo mineiro, Leonardo Abrahão, a campanha "Janeiro Branco" teve início em 2014, quando foi realizada pela primeira com alcance regional, em Minas Gerais. A partir daí passou a ganhar visibilidade nacional e, hoje, já figura como atividade oficial em diversas cidades, no Brasil e no mundo. O foco é a abordagem sobre os valores da vida, objetivando a conscientização sobre a depressão e as formas de prevenção. A campanha, que passou a fazer parte do calendário oficial de Americana, por meio da lei municipal nº 6.201 (de 2018), traz um alerta sobre a saúde mental e os relacionamentos na sociedade atual.

Em linhas gerais o "Janeiro Branco" incentiva as pessoas a olharem para si, buscando despertá-las para a importância do cuidado com a saúde emocional, a fim de se ter uma vida equilibrada e com mais significado. Em uma análise mais profunda, Eliane considera que "ela é um convite que a gente faz às pessoas, para elas olharem para dentro de si mesmas, para pensarem sobre suas vidas, sobre seus relacionamentos, sobre suas escolhas".

FOTOS: Marília Pierre

Outras notícias

21/02/2020 - Saúde realiza testes rápidos para HIV e sífilis em frente ao pronto-socorro do HM
21/02/2020 - Residencial Jardim dos Lírios elege síndico e conselho fiscal
21/02/2020 - PAT disponibiliza 50 vagas de emprego
21/02/2020 - Utransv divulga interdições de ruas
21/02/2020 - "Tá Valendo Quanto" é eleito o oitavo melhor projeto da região Sudeste pelo governo federal

Mais Notícias...


Voltar

Paço Municipal


Avenida Brasil, 85 - Centro - CEP 13.465-901
PABX + 55 (19) 3475-9000
Atendimento ao Cidadão - SAC
E-mail: sac@americana.sp.gov.br
Atendimento ao público das 09h00 às 16h00

Mídias Sociais Oficiais


Canal Oficial Facebook Canal Oficial Instagram Canal Oficial Youtube Canal Oficial Twitter
© 2020. Prefeitura de Americana - Secretaria de Administração - Todos os Direitos Reservados.