Notícias

Procon se reúne com representantes da Claro para mostrar resultados de ações

Procon se reúne com representantes da Claro para mostrar resultados de ações
10/12/2019  |  16h58

Após pouco mais de um mês de reunião com as empresas prestadoras de serviços telefônicos com maior índice de reclamações no Procon de Americana, representantes da Claro se reuniram com o órgão municipal, nesta segunda-feira (9/12), para apresentar as atualizações das ações estabelecidas pela empresa na última reunião. O objetivo é reduzir os registros de queixas dos consumidores no Procon. Participaram da reunião o secretário municipal de Negócios Jurídicos, Alex Niuri e a agente de fiscalização do órgão municipal, Renata Batagin.

Durante a reunião realizada no dia 24 de outubro, a empresa Claro estabeleceu um cronograma de ações, que contempla treinamento com os colabores das lojas da empresa em Americana; fornecimento do mapa de cobertura de internet a cabo no município; melhorias no estacionamento da empresa Net, que faz parte da Claro, localizada no Parque Industrial; e visita com a equipe do Procon as lojas da empresa na cidade.

"Nós ficamos contentes com a procura da empresa em querer nos apresentar o que já foi solucionado. Nós queremos reduzir o número de queixas no Procon e pra isso, é importante estabelecer essas ações", comentou Alex.

Representada pela coordenadora de Ouvidoria, Camila Bernardes; pelo gerente regional de Implantações, Luiz Gustavo Passini; pelas analistas de Defesa ao Consumidor, Isis Toledo e Vanessa Pinheiro, além da coordenadora de Ouvidoria, Camila Bernades e da coordenadora de Gestão de Qualidade, a Claro informou durante o encontro desta segunda-feira, que já realizou, em novembro, o treinamento com os colaboradores das três lojas da cidade.

"Nosso objetivo é que eles possam realizar um melhor atendimento junto ao cliente do começo ao fim, não só para a compra de um produto. A empresa tem a iniciativa correta, queremos ser líderes de mercado e não vamos conseguir se tivermos reclamações", comentou Camila.

A empresa também apresentou o mapa da cidade com o cabeamento de internet disponível no município.
"Solicitamos que as empresas apresentassem este mapa porque alguns locais do município não recebem o cabeamento para o fornecimento da internet. Muitos prédios novos, inclusive, que recebem habite-se, demoram meses para ter o acesso à internet. Agora, vamos tentar nos reunir com os responsáveis pelos empreendimentos que serão instalados em Americana, com a Claro, para que possam realizar o cabeamento, se ainda não existe, nestes locais", explicou o secretário.

Outra ação cobrada pelo Procon à empresa, é o estacionamento da empresa Net em Americana. A Claro apresentou um documento que o estacionamento está regularizado.

"Agora, iremos marcar uma data, para fazermos uma visita guiada entre as lojas da empresa na cidade para realizar algumas adequações ao Código de Defesa do Consumidor. Nossa ideia é que aconteça ainda neste ano", explicou a agente de fiscalização, Renata.

As empresas Tim e Vivo, representadas na primeira reunião com o Procon, se manifestaram via e-mail sobre as ações de melhorias. A Tim informou que não há banda larga no município e não se comprometeu em realizar as visitas pelas lojas da marca em Americana. Já a Vivo, enviou um link com um mapa de cobertura da internet cabeada e que tem um planejamento de atendimento aos idosos nas lojas, mas que está estruturando para apresentar ao órgão municipal.

RECLAMAÇÕES
Em levantamento realizado pelo órgão municipal, a Claro aparece em primeiro lugar no ranking das reclamações das empresas telefônicas neste ano, com 269 queixas, seguida novamente da Vivo, com 179 reclamações e a Tim, na terceira posição, com 89. As principais reclamações são: cobrança indevida; problemas com rescisão de contrato e portabilidade; dúvida sobre cobrança; além de cobrança abusiva mediante constrangimento.

© 2020. Prefeitura de Americana - Secretaria de Administração - Todos os Direitos Reservados.